Domingo, 29 de Novembro de 2020
(71) 9 9967-9844
Municípios Deputado

Escola em Piritiba adere à gestão compartilhada com a Polícia Militar

O convênio com a instituição foi assinado nesta sexta-feira (12) pelo prefeito Samuel Santana, pelo deputado Eduardo Salles, representante do município, e pelo comandante-geral, coronel Anselmo Brandão.

26/04/2019 18h17
Por: Redação
Divulgação / Estado da Bahia
Divulgação / Estado da Bahia

Com 250 alunos, a Escola Municipalizada Basílio Catalá, em Piritiba, passa a adotar ensino em parceria com a Polícia Militar (PM). O convênio com a instituição foi assinado nesta sexta-feira (12) pelo prefeito Samuel Santana, pelo deputado Eduardo Salles, representante do município, e pelo comandante-geral, coronel Anselmo Brandão.

Com a assinatura do termo de cooperação do Sistema dos Colégios da Polícia Militar da Bahia, Piritiba passa a ser o 44º município do estado a adotar a gestão compartilhada para educação no ensino regular fundamental II.

Conforme o parlamentar, o objetivo dele é levar a gestão compartilhada com a PM para todos os municípios os quais representa. “Vou me empenhar para que cada município tenha, pelo menos, uma escola compartilhada com a PM”, assegurou Eduardo Salles.

Na avaliação do deputado, o modelo oferece aos alunos capacidade para evoluírem tanto no nível educacional quanto disciplinar. “É uma gestão que alia a pedagogia à disciplina, o que ajudará a formar futuros cidadãos”, observa.

O prefeito Samuel disse que foi motivado a fazer o convênio preocupado com a melhora da educação, mas, também, após observar que o modelo deu certo na vizinha Campo Formoso, onde, segundo avaliou, houve evolução no comportamento dos estudantes.

“Observei que as crianças estavam mais comportadas, mais concentradas e que, sobretudo, o bairro onde a escola fica está mais pacificado”, disse. “Por isso, resolvi adotar o modelo em Piritiba, para promover a transformação das crianças”, completou.

 

Como funciona


O comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, explicou que o primeiro passo para a adoção da gestão compartilhada é a assinatura do convênio, seguida por audiência pública com Ministério Público, pais e professores para aprovação do modelo.

“O ensino ocorre na estrutura da própria escola, é compartilhado na parte pedagógica e disciplinar com policiais da reserva. O prefeito interessado deve nos procurar, que faremos todos os encaminhamentos”, informou.

Com o convênio, cada uma das partes tem atribuição claramente delimitada. No caso da PM, cabe indicar policiais da reserva para as funções de diretor militar, coordenador disciplinar e tutor, além de capacitá-los com curso específico. Ainda, acompanhar o processo de implementação da gestão compartilhada e vistoriar o cumprimento do sistema de ensino para chancelar sua continuidade.

Compete ao Município, disponibilizar unidade escolar com instalações compatíveis com a rede de Colégio da Polícia Militar, remunerar os policiais indicados para as respectivas funções, fornecer material didático e mobiliário, adotar uniforme diário próprio para alunos e policiais, possibilitar ao diretor militar acesso aos registros e dados referentes à vida escolar dos alunos, entre outras atribuições.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Eduardo Salles
Sobre Eduardo Salles
EDUARDO SEIXAS DE SALLES, Deputado, Agrônomo e militante de causas agropecuárias na Bahia.
Salvador - BA
Atualizado às 04h19 - Fonte: Climatempo
27°
Nuvens esparsas

Mín. 22° Máx. 28°

29° Sensação
19 km/h Vento
70% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol e Chuva
Terça (01/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol e Chuva