25°C 26°C
Salvador, BA
Publicidade

Jerônimo ignora desaprovação em Salvador e diz que protagonismo é dos pré-candidatos

Governo Jerônimo (PT) chegou a 59% de desaprovação entre os soteropolitanos, segundo aponta a pesquisa Real Time Big Data

09/07/2024 às 13h51
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Carolina Papa
Foto: Carolina Papa

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) acredita que a desaprovação do seu governo entre os soteropolitanos não terá impacto nas eleições municipais, que segundo ele, transforma em protagonista apenas os pré-candidatos. Controverso, o petista afirmou, nesta terça-feira (9), que o seu ‘protagonismo’ se dará junto a Geraldo Jr. (MDB), pré-candidato afiançado pelo PT. 

Continua após a publicidade

“É o momento municipal. Então, nas eleições municipais, a tendência é que o governador e o presidente perca esse protagonismo e passe a ser dos pré-candidatos. […]. Então, eu saio do lugar naturalmente de avaliado como governador e passo a ser um protagonismo junto com Geraldo”, disse o chefe do Executivo estadual ao bahia.ba. 

As declarações dadas por Jerônimo após o lançamento da Nova Carteira de Identidade Nacional digital, no SAC do Terminal de Pituaçu, nesta manhã, estão relacionadas à divulgação da pesquisa Real Time Big Data em que mostra o aumento da reprovação da gestão petista em Salvador que chegou a 59%. 

Os números apresentados pelo levantamento publicado pela TV Record, na segunda-feira (8), no entanto, ainda são desconhecidos pelo chefe do Palácio de Ondina. Segundo ele, a sua “equipe ainda não traduziu o que significa [os números]”, mas garantiu que irá “estudar [a pesquisa]”. “A gente debruça sobre um conjunto de pesquisas, outras a gente não considera”, completou. 

Continua após a publicidade

Mesmo afirmando que não viu a pesquisa, o governador soube falar sobre o percentual do pré-candidato apoiado pelo PT, o vice-governador Geraldo Jr. (MDB). Os dados coletados pelo instituto mostram um crescimento do emedebista que passa a ter 26% dos votos válidos para disputar a cadeira do Palácio Thomé de Souza contra o seu principal adversário, o prefeito Bruno Reis (União Brasil), que tenta a reeleição, e aparece com 65%. 

“O que me interessa é que Geraldo se comportou com 26%. […]. Estávamos com 17% ou 18% na última. Mas, a avaliação que a gente faz é que temos uma performance boa. Geraldo tem incomodado bastante”, disse. 

Os números de votos válidos sobre Geraldo Jr. também constam na mesma pesquisa em que avaliou o governo Jerônimo na capital baiana. 

Defendendo o nome do seu aliado, Jerônimo ressaltou que Salvador tem “necessidade de mudanças” e atribuiu as grandes obras da cidade aos governos federal e estadual.

“As grandes obras, os grandes investimentos de Salvador quem fez foi o governo Federal ou do Estado, [a exemplo de] Minha Casa, Minha Vida, grandes avenidas, grandes hospitais e a educação, que tem um diferencial muito grande. As creches, por exemplo, se não fossem as voluntárias e as comunitárias, nós teríamos uma dificuldade muito grande e o próprio governo municipal reconhece que tem uma fila para creche”, refutou. 

“A avaliação nossa [sobre Geraldo] é muito positiva, vamos continuar trabalhando. Geraldo, quando começar o horário eleitoral vai ter o que mostrar muita coisa, inclusive, o nosso plano de governo”, concluiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador, BA
26°
Tempo limpo

Mín. 25° Máx. 26°

27° Sensação
5.92km/h Vento
67% Umidade
40% (0.26mm) Chance de chuva
05h56 Nascer do sol
05h22 Pôr do sol
Ter 26° 24°
Qua 25° 23°
Qui 25° 24°
Sex 25° 24°
Sáb 25° 24°
Atualizado às 15h46
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,26%
Euro
R$ 5,93 +0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,07%
Bitcoin
R$ 367,298,61 +10,52%
Ibovespa
129,320,96 pts 0.33%
Publicidade
Publicidade
Publicidade