Sábado, 25 de Setembro de 2021
25°

Nuvens esparsas

Salvador - BA

Artigos Direito

A nova revisão do índice de reajuste de Salário Mínimo (IRSM)

JOÃO CARLOS FAZANO SCIARINI é advogado e aborda atualidades ligadas ao Direito no Portal Estado da Bahia.

11/04/2018 às 20h57 Atualizada em 11/04/2018 às 21h09
Por: Redação
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O que é?

Aposentados pelo Regime Geral de Previdência, entre março de 1994 e fevereiro de 1997 poderão ter direito à revisão do seu valor, pois o INSS deixou de aplicar o índice correto nos salários de contribuição utilizados para a apuração da Renda Mensal Inicial (RMI) do benefício. 

Nesse período, o cálculo dos benefícios eram feitos pela média dos últimos 36 salários de contribuição. A inflação era alta, obrigando a atualização dos valores pagos para o INSS para apurar o valor correto do benefício na hora de conceder a aposentadoria. 

Com o plano de estabilização econômica (Plano Real), foi trocado o índice que atualizava tais contribuições. Dessa forma, trocou-se o IRSM (índice de reajuste do salário mínimo) pela URV (Unidade Real de Valor). Em fevereiro/1994, o governo anunciou que o IRSM seria substituído a partir de março pela URV. 

E o mês de fevereiro, como ficaria? 

Nestes casos, o INSS não incluiu o percentual de 39,67% referente ao IRSM do mês de Fevereiro/94, gerando considerável prejuízo a todos que se aposentaram no período em questão (01/03/94 a 28/02/1997). 

Dessa forma, para a apuração do valor do benefício, deveria ter sido considerado o período de fevereiro/94, do contrário, resultaria em uma renda inicial abaixo do valor correto. 

No ano de 2003, o Ministério Público Federal do Estado de São Paulo (MPF-SP) ingressou com uma ação civil pública exigindo a revisão para todos os segurados prejudicados no Estado (cerca de 120 mil segurados). O INSS fez um acordo em 2008 com o MPF-SP e corrigiu cerca de 90 mil desses benefícios. Contudo, segundo a própria procuradoria, o INSS não cumpriu parte do acordo e deixou de corrigir valores de aproximadamente 30 mil benefícios. 

A decisão da ação civil pública transitou em 2013, ou seja, o prazo para execução termina em 2018, mais precisamente em outubro do corrente ano.

QUAL O PROCEDIMENTO PARA CONSEGUIR A APLICAÇÃO DOS JUROS E CORREÇÃO DEVIDA??

Para verificar se o segurado possui ou não direito a essa revisão, deverá solicitar junto ao INSS a carta de concessão com memória de cálculo e o processo administrativo de concessão. 

Em posse da documentação, procurar um advogado especializado em direito previdenciário e habilitado em cálculos previdenciários para que seja feito uma análise do processo administrativo, o cálculo e o ajuizamento de ação contra o INSS para que proceda com a revisão e o pagamento dos valores retroativos.

  CONCLUSÃO 

 Portanto se você se aposentou no período de 01/03/1994 a 28/02/1997, pode ter direito á revisão e ao recebimento dos valores retroativos.

_______________________________________________

JOÃO CARLOS FAZANO SCIARINI. Advogado. Pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Pós-graduado em Direito Previdenciário pela Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA).  MBA em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário (cursando). Aborda atualidades ligadas ao Direito no Portal Estado da Bahia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Direito e Justiça
Direito e Justiça
Sobre Tudo sobre Direito e Justiça.
Salvador - BA Atualizado às 02h31 - Fonte: ClimaTempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 28°

Dom 27°C 22°C
Seg 28°C 23°C
Ter 28°C 22°C
Qua 28°C 23°C
Qui 27°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete