Quarta, 18 de Maio de 2022
27°

Muitas nuvens

Salvador - BA

Saúde Saúde

Criança que teve parada cardíaca horas após se vacinar tem doença rara, diz investigação

O governo de São Paulo descartou a relação entre a parada cardíaca e a vacina contra Covid-19

21/01/2022 às 13h31
Por: Lohan Santana
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Governo do Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Governo do Estado de São Paulo

A investigação feita pelo Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo concluiu que não há relação entre a parada cardíaca sofrida por uma criança de 10 anos e a vacina contra a Covid-19. 

O caso aconteceu na última terça-feira (18), na cidade de Lençóis Paulista, quando uma menina recebeu a primeira dose da vacina pediátrica da Pfizer e cerca de 12 horas depois teve uma parada cardíaca. A análise é de que o episódio foi causado por uma doença congênita rara, condição que ainda não era conhecida pela família. 

Outro fator relevante foi o curto intervalo entre a aplicação e a parada cardíaca. Segundo especialistas ouvidos pela Folha de S. Paulo, esse intervalo descaracteriza a hipótese de uma miocardite causada pela vacina. 

A campanha de vacinação de crianças segue suspensa na cidade de Lençóis Paulista.  

A menina apresenta quadro de saúde estável e está em observação em um hospital de Botucatu, para onde foi transferida. 

As demais crianças vacinadas no mesmo dia estão sendo monitorada pelo Centro de Vigilância Epidemiológica e nenhuma apresentou reação até o momento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.