Segunda, 24 de Janeiro de 2022
28°

Chuva fraca

Salvador - BA

Economia Economia

Veto a refinanciamento ameaça de 24 mil a 97 mil empregos, diz Fieb

Em nota técnica, entidade relata que negativa de refis a MEIs e MPEs atingirá entre 5,5 mil e 21 mil empresas no estado

11/01/2022 às 09h33
Por: Lohan Santana
Compartilhe:
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Confirmado na sexta-feira (7) pelo presidente Jair Bolsonaro, o veto ao refinanciamento das dívidas de MEIs e micro e pequenas empresas atingirá na Bahia entre 5,5 mil a 27 mil empresas. A projeção é de nota técnica divulgada pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb). No cenário de menor impacto, 24 mil trabalhadores ficarão com seus empregos sob risco. Caso o impacto atinja um maior número de empreendimentos, 97 mil empregos ficarão ameaçados.

Na nota técnica, a Fieb acrescenta que somente no setor industrial entre 564 a 2,2 mil empresas ficaram prejudicadas, o que abrange entre 3,7 mil e 15 mil postos de trabalho. “Certamente, muitas dessas empresas estão em situação difícil e correm o risco de fechar seus negócios, agravando o desemprego na economia baiana. Diante disso, é importante a derrubada do veto, quando este vier a ser pautado”, afirmou a gerência de Estudos Técnicos da federação, na nota.

O veto ao Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional (RELP) também foi criticado pelo Sebrae, pelo CDL Salvador e FCDL Bahia. No sábado (8), o presidente Jair Bolsonaro prometeu encontrar uma alternativa para os microempreendedores individuais (MEIs).

“Paguei missão para (o ministro da Economia) Paulo Guedes buscar alternativa possivelmente para ontem. Não foi possível. Passamos para segunda-feira. Talvez uma medida provisória ou uma portaria nesse sentido. Não vamos desamparar esse pessoal, é uma base da economia muito forte, então eles serão atendidos”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.