Quarta, 18 de Maio de 2022
27°

Muitas nuvens

Salvador - BA

Municípios Salvador

Prefeitura interdita atracadouro de São Tomé de Paripe após desabamento

Estrutura é utilizada no transporte de passageiros entre o bairro do Subúrbio Ferroviário e as ilhas de Maré e dos Frades

05/12/2021 às 22h04 Atualizada em 05/12/2021 às 22h08
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução, redes sociais
Foto: Reprodução, redes sociais

A Prefeitura de Salvador interditou o atracadouro de São Tomé de Paripe após parte da estrutura desabar, neste sábado (4), e ao menos uma pessoa ficar ferida. Em nota, a prefeitura informou que lamenta o ocorrido e esclarece que “mesmo não sendo a responsável pela administração do atracadouro de São Tomé de Paripe, tem acompanhado a situação do equipamento”.

A estrutura é utilizada no transporte de passageiros entre o bairro do Subúrbio Ferroviário e as ilhas de Maré e dos Frades. Em um dos vídeos feitos por banhistas, é possível ver um homem sendo resgatado por populares. Ele caiu no mar após o acidente, e sofreu ferimentos.

Confira a nota:

“A Tecnocret Engenharia Ltda, responsável pela obra de recuperação do atracadouro, deu entrada no processo para a execução das intervenções, junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), no dia 23/07/2021. Quatro dias depois (27/07/2021), após análise realizada pelos técnicos do órgão, a secretaria solicitou alguns documentos que, até o momento, não foram apresentados pela empresa. A Sedur ressalta que o processo foi analisado com celeridade e aguarda apenas que as pendências sejam sanadas, por parte da empresa/governo estadual, para que haja o prosseguimento do processo.

Mais recentemente, no dia 11 de novembro passado, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) fez uma vistoria no local e, através da avaliação técnica que constatou os sérios riscos causados pela falta de manutenção, foi informada a situação à Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e à Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado da Bahia (Seinfra), para a tomada das providências necessárias acerca dos riscos encontrados, com o objetivo principal de garantir a segurança civil e preservação da vida dos cidadãos”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.