Quarta, 01 de Dezembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Salvador - BA

Municípios Municípios

Estudantes de Ourolândia perdem prova do Enem após ônibus da prefeitura quebrar

Em nota, a gestão municipal afirmou que "o veículo havia passado por uma revisão no dia 18 de outubro, três dias antes da prova

24/11/2021 às 16h56
Por: Lohan Santana
Compartilhe:
Foto: Jacobina Notícias/Robson Guedes
Foto: Jacobina Notícias/Robson Guedes

Para um grupo de estudantes do município de Ourolândia, no Centro-Norte baiano, o sonho de ingressar no Ensino Superior foi adiado. É que o ônibus que levava os alunos para a cidade de Jacobina, onde fariam a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no último domingo (21), quebrou no km 22 da BR-324.

A Prefeitura de Ourolândia lamentou a situação, mas não informou quantas pessoas deixaram de fazer a prova. Em nota, a gestão municipal afirmou que "o veículo havia passado por uma revisão no dia 18 de outubro, três dias antes da prova, e que o problema teria sido causado por uma braçadeira, que se rompeu, fazendo com que o veículo perdesse força e parasse".

Após o ocorrido, o motorista acionou o setor de transportes da prefeitura para que disponibilizasse um veículo reserva, e enquanto isso, providenciou carona para alguns estudantes. No entanto, uma parte do grupo não conseguiu chegar aos seus destinos antes do fechamento dos portões das escolas em Jacobina.

Ainda de acordo com informações oficiais, os estudantes fariam provas no Instituto Federalda Bahia (IFBA), no Colégio Felicidade de Jesus Magalhães (CETEP), no Centro Educacional Deocleciano Barbosa de Castro e no Centro Noturno de Educação da Bahia (CENEB). Ainda na nota, a prefeitura de Ourolândia pede desculpas pelo ocorrido.

Conforme o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), os estudantes inscritos que perderam o primeiro dia de ENEM podem fazer as provas da segunda etapa, que será no próximo domingo (28), mas apenas para autoavaliação. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.