Segunda, 29 de Novembro de 2021
26°

Pancada de chuva

Salvador - BA

Política Bahia

Encontro do governo do Estado com movimento negro discute segurança pública, racismo e direitos humanos

Representações de organizações negras da Bahia foram recebidas na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP)

15/10/2021 às 07h56
Por: Lohan Santana
Compartilhe:
Foto : Divulgação
Foto : Divulgação

Representações de organizações negras da Bahia foram recebidas na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta quinta-feira (14), em Salvador, discutindo temas nos campos do combate ao racismo e defesa dos direitos humanos. As lideranças estiveram reunidas com titulares SSP, Ricardo Mandarino, da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins.

Foram discutidas pautas como política sobre drogas, enfrentamento à intolerância religiosa, à LGBTQIA+fobia, prevenção e combate ao racismo, defesa e garantia dos direitos individuais, protocolos e capacitação das polícias, campanhas de sensibilização, participação social, dentre outras matérias.

Para secretária da Sepromi, Fabya Reis, a reunião representou um avanço significativo nas discussões da esfera da segurança pública e pelos direitos da população negra. “Aqui estão reunidas algumas das organizações históricas do movimento negro da Bahia. Esta escuta é imprescindível e, juntamente com a SSP, estamos trabalhando para uma profunda capacitação da segurança pública nestes temas. A introdução do compromisso do combate ao racismo institucional no PPA do Governo do Estado reforça a implementação destas políticas e ações conjuntas”, disse.

O secretário da SSP afirmou que a intenção, reforçada a partir desta agenda, é atuar em parceria para construir uma agenda permanente. “Queremos as organizações em interlocução conosco e vamos nos reunir periodicamente, criar grupo de trabalho para tratar destas pautas”, informou Ricardo Mandarino. Ele informou sobre o andamento da instalação de uma coordenação para acompanhamento dos casos de racismo, intolerância religiosa e violências contra a população LGBTQIAP+.

O secretário da SJDHDS, Carlos Martins, pontuou que o Governo do Estado reafirma seus compromissos com as bandeiras de luta dos movimentos. “Estamos atentos a essa pauta, atuando em parceria e articulação com a Sepromi no enfrentamento ao racismo e à violência. Diálogo e parceria são as palavras-chave dessa atuação com a SSP. É importante ressaltar ainda a atuação transversal e de diálogo implementada pelo secretário Ricardo Mandarino, sempre em contato com as secretarias que atuam na área social”, ressaltou.

A vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), Lindinalva de Paula, destacou a importância de diálogos permanentes. “É fundamental conversar com estas secretarias estratégicas, sobretudo para nós, mulheres negras, historicamente mais afetadas pelo racismo. Queremos políticas públicas que sejam construídas com o povo negro”, ressaltou. “Estamos tratando do direito à vida. Nosso desejo é que este diálogo seja continuado”, completou o dirigente da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), Gilberto Leal.

Durante o encontro as secretarias divulgaram ações cooperadas, a exemplo de parcerias e diálogos da Sepromi com corregedorias, comandos das polícias, cursos de formação para profissionais da área da segurança pública e funcionando do Centro de Relações Étnico-raciais da Polícia Militar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.